o controlo da enxameação: os grandes marcos

Se a prevenção da enxameação, como a concebo, tem como objectivo levar a colónia a sentir-se inacabada e desarrumada, e assim não produzir mestreiros de enxameação, o controlo da enxameação reúne o conjunto de procedimentos que impede a enxameação depois de iniciada a produção de mestreiros.

Deixo em baixo os grandes marcos do percurso da minha aprendizagem que me têm permitido perder muito poucos enxames quando estes, e apesar das medidas de prevenção da enxameação, evoluem na sua intenção de efectivamente enxamearem.

Quando vejo cálices reais com cera nova/clara nas suas paredes em geral faço a sua inspecção. Encontrando ovos parto do princípio que aquela colónia vai enxamear. Sabendo que os sinais inequívocos de enxameação são os mestreiros, isto é alvéolos reais com larvas assentes em quantidades generosas de geleia real, prefiro agir logo que presencie ovos em cálices reais.

1º marco) Distinguir enxameação reprodutiva de enxameação por congestionamento (ver aqui) e seus timings (ver aqui). Estou muito grato a dois enormes apicultores norte-americanos Walter Wright e Randy Oliver, Mestres virtuais com os quais tenho aprendido e evoluído.

2º marco) Definir e estar atento durante as inspecções regulares a um conjunto de bio-sensores habituais nas colónias que se preparam para enxamear (ver aqui, aqui e aqui).

3º marco) Conhecer, escolher e aplicar eficientemente as técnicas para fazer o controlo da enxameação. Neste momento tenho duas que utilizo preferencialmente. A opção por uma ou outra depende se pretendo fazer uma ou mais novas colónias (solução tipo 1, aqui e aqui) ou, pelo contrário, não pretendo aumentar o número de colónias (solução tipo 2, aqui e aqui).

4º marco) Reconhecer que a enxameação é muito mais determinada pelos factores abióticos e pelo maneio que pela genética (ver aqui e aqui) e percepcionar este fenómeno natural e necessário para a perpetuação da espécie de um outro ângulo (ver aqui).

3 comentários em “o controlo da enxameação: os grandes marcos”

  1. Muito Bom Dia Sr Eduardo.
    Só queria perguntar-lhe para que é que serve a 2ª grelha excluidora no método Demarée.
    Eu já o fiz várias vezes apenas com uma e resultou bem.
    Um Abraço.

    1. Bom dia André. Também utilizo uma só grelha excluidora. A publicação que menciona a utilização de duas grades é uma tradução de uma publicação do blog The Apiarist. Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.