trabalho de oficina

Com o dia enevoado, frio e chuvoso aproveitei para soldar umas ceras laminadas, que planeio utilizar em desdobramentos a efectuar nos dias mais próximos.

O incrustador, que tem durado mais que as pilhas duracell, e o carretel de arame inox.
A cera, rígida, e por essa razão é necessário muito cuidado para não a quebrar logo ali no momento de a tirar para a colocar no quadro.
Lâmina de cera pronta a soldar.
Um dos detalhes que mais me importa ver nos quadros.
Qual é a pressa?… com tranquilidade preparei 12 caixas com quadros para os próximos dias.
Aproveitei para arrumar algumas coisas e, sem as procurar, vieram parar-me às mãos estas gaiolas de rainhas encomendadas a 4 criadores diferentes.
Algum do material armazenado na oficina, pré-preparado para ir para o campo nas duas próximas semanas.

6 comentários em “trabalho de oficina”

  1. Boa tarde Eduardo.
    Se não for problema podias dizer a secção desse arame, porque a primeira vista parece ser mais grosso do o que tenho, e não estou a gostar muito do que uso, parte com facilidade.
    Comprei no Domingos Caetano.
    Abraço. Dino

    1. Boa tarde Dino. Comprei lá também; é um carretel de 1 kg. Não tenho ideia qual é a secção. Estive a ver no sítio da Distarmel, encontrei o o anúncio do carretel, mas não apresenta essa informação.

  2. 4 criadores diferentes de rainhas de 3 sei quem são a da ponta que parece ser de madeira quem é o criador sem descriçao só por curiosidade..

        1. As do John Kefuss não se adaptaram bem. Não arrancaram bem no ano seguinte e tive de as tratar como as outras. Não me pareceram particularmente resistentes ao varroa, ao contrário do que esperava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.