diz-me o que comes e VAD retro

Mantenho-me de olho na recuperação de colónias com abelhas afectadas pelo vírus das asas deformadas (VAD). O surgimento dos sintomas provocados pelos VAD estão geralmente associados a um nível elevado da infestação pelo ácaro varroa. E que nível será este? Estou convencido que este nível deverá situar-se entre os 6% e os 9% nas minhas abelhas. Na literatura são mencionadas situações episódicas de abelhas excepcionalmente tolerantes ao ácaro varroa, que com 10% a 12% de infestação não manifestam sintomas de VAD, ou no pólo oposto de VAD extremamente virulento que provoca sintomas em colónias com taxas de infestação pelo ácaro abaixo dos 3%. Não tenho capacidade de fazer medições directas (quem tem?) da virulência dos VAD presentes nas minhas colónias, mas pelos timings dos tratamentos e pelos hiatos de tempo entre tratamentos não estou convencido que tenha abelhas excepcionalmente tolerantes assim como não estou convencido que as populações de VAD presentes sejam extremamente virulentas.

Neste momento quero acreditar que as boas condições edafo-climáticas, com pólen a entrar generosamente e a ser prontamente convertido em pão-de-abelhas fresco pronto a ser consumido, estão a dar um importante contributo à superação deste estado doentio.

Arbustos de tágueda a 100 m do apiário.
Colónia com sintomas de VAD e com pão-de-abelha recém ensilado.

Este pólen natural, depois de transformado em pão-de-abelha e digerido, aumenta as defesas das abelhas fortalecendo o seu sistema imunitário ao nível individual e ao nível colectivo.Este é um dos aspectos que não devo deixar de valorizar e associar à melhoria dos padrões de compacticidade de criação em boa parte destas colónias.

Sobre os fundamentos científicos do conteúdo, apresentado informalmente nesta publicação, podem ver mais neste artigo com o título “Elucidando os mecanismos subjacentes aos efeitos benéficos do pólen na dieta de abelhas (Apis mellifera) infestadas por ectoparasitas ácaro Varroa” (fonte: https://www.nature.com/articles/s41598-017-06488-2).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.