1ª enxameação de 2016 em que perdi as abelhas

Ontem, dia 4 de maio, passei por um apiário onde a minha última inspecção tinha sido no dia 15 de Abril (20 dias de intervalo entre inspecções). E paguei a factura de ter alargado demasiado o intervalo entre inspecções. Uma das colmeias tinha todos aqueles sinais inequívocos de ter enxameado: 6 a 7 quadros de abelhas quando 20 dias antes tinha 10 quadros de abelhas, vários mestreiros rotos, ausência de ovos e criação aberta/não operculada.

Por ser um apiário com apenas 4 colmeias foi ficando para trás no agendamento da inspecção. É um apiário no qual pela primeira vez deixei colmeias a invernar, e para minimizar os riscos deixei apenas 4 colmeias para ver como se passaria o inverno àquela altitude. O resultado foi muito positivo e neste inverno deverão ficar por lá cerca de 60 colmeias.

Em baixo fica o histórico desta colmeia.

341 Lusi Rainha de Abril da 2015 (filha da 89)

Linha de enxameação

19-03: Deixei 1 Q com ovos no ninho. Vai receber campeiras da 89. Fiz OTS. Filha da 89. Designei 89M.

25-03: Viu 3 mestreiros fechados.

19-04: Vi postura nos 3 estádios. 4 a 5 Q de abelhas no ninho e muita criação e abelhas na ½ alça. Colocar tira de Apivar. Tem 10 Q no ninho. Expandir. Numerei 341. Transumei da…  para… .

20-05: 5 Q de abelhas. Expandiu.

11-06: 8 Q de abelhas. Transumei da … para …. Coloquei 1ª ½ alça de cera puxada.

26-06: Colocar ½ alça na próxima visita.

02-07: Coloquei 2ª ½ alça de ceras puxadas.

08-07: Crestei. Coloquei sobreninho.

13-01: 7 Q de abelhas.

17-02: 5 a 6 Q de abelhas.

22-03: 6 Q com criação. 8 Q de abelhas. Tinha néctar novo. Coloquei 2 tiras de Apivar.

15-04: Ninho cheio de abelhas. Colocar 1ª ½ alça.

04-05: Enxameou. Vi mestreiros rotos.

4 thoughts on “1ª enxameação de 2016 em que perdi as abelhas”

  1. Bom dia.
    Aqui por cima, esta chuva veio atrasar ainda mais as coisas…pode ser que depois venha bom tempo e um pouco mais de floração…e se controlar-mos a enxameação pode ser que ainda dê para tirar alguma coisa…
    Uma pergunta (como sempre), mantém este tipo de registo para todas as colmeias? Pelo que sei, é apicultor profissional, é possível manter assim um registo individualizado para 300/500 colmeias?
    Cmpts

    1. Tudo a andar João?
      Estou bastante optimista relativamente a este ano. Está nos antípodas do ano passado. Mas prognósticos só quando o mel estiver nos potes e tambores.

      Mantenho o registo individualizado das cerca de 550 colmeias que possuo. Tenho igualmente um registo por apiário onde anoto as intervenções de carácter geral nesse apiário. Contudo sei que cada uma das minhas colmeias conta a sua própria história e ainda que possa ser muito semelhante à história da colmeia vizinha, por vezes é muito diferente. Nestes casos, e na minha opinião, os dados gerais do apiário de pouco servem e os dados individuais de cada colmeias são essenciais para compreendermos o que se passou, o que se está a passar e o que se irá passar. No caso da colmeia em questão os dados permitiram-me compreender a causa do que se passou (enxameação por congestionamento do ninho), permitiu-me identificar a necessidade de levar uma meia-alça para esta colmeia (ainda que tivesse chegado tarde), e permitiu-me compreender que só não teria enxameado se tivesse havido um milagre.

  2. Olá Eduardo.
    Nesta situação, se formos a tempo e colocarmos uma a duas meias alças com cera puxada, conseguimos reverter a enxameação.
    Mas também a situações, em que fazendo o mesmo, elas enxameiam.
    Para mim tem a haver com a genética da abelha.
    Então, como vai andando as coisas por ai?
    Aqui, é dos anos mais tristes que já vivi em termos de apicultura, mel pouco ou nenhum, zanganeiras são por demais, enxames apanhei uns poucos a pedido de pessoas que me chamam para os ir tirar de casa.
    Das 85 que tenho só me enxamearam duas, por isso estou contente.
    Espero que o tempo melhore e aqueça para tirar mel, fazer enxames e tratar com apivar, pois a varroa, essa continua de vento em poupa.
    Aqui, a floração esta praticamente no fim, resta as silvas, que estão um pouco atrasadas, ainda bem.
    Antevejo um verão com muita fome, trabalho e despesa em alimentação.
    Mas Nao podemos desistir. Para o ano que seja melhor.
    Abraço, Dino

    1. Olá Dino
      Sim, acho que tens razão relativamente à reversão da enxameação. Na colmeia em questão deveria também ter de tirar um a dois quadros como criação do ninho e colocar no seu lugar um ou dois quadros com cera laminada para prevenir a enxameação. Mesmo assim poderia não ser suficiente.

      Na Beira as abelhas estavam a trabalhar muito bem até à chegada destes dias de chuva. Ontem passei num apíário e algumas abelhas estavam a sair apesar da chuva. Mais um mês de Abril a bater recordes, desta vez como um dos mais chuvosos dos últimos 25 anos.

      Fico triste com o que relatas das tuas colmeias. A apicultura é por vezes muito ingrata. Certo é o trabalho e a despesa. É uma actividade com muitas ilusões e desilusões.
      Um abraço e muita força!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *